domingo, 1 de junho de 2008

Entrevista a David Luiz para o suplemento "Correio Sport" do jornal Correio da Manhã de 31 de Maio 2008.


PERFIL
David Luiz Moreira Marinho nasceu há 21 anos (22/04/1987) em Diadema, São Paulo. Chegou ao Benfica em Janeiro de 2007 vindo do Vitória da Bahia (Série C), por empréstimo de seis meses. Convenceu os dirigentes a comprarem o seu passe e em Dezembro último renovou até 2013, com uma cláusula de rescisão de 50 milhões de euros.

Diz que está com fome de bola mas que só quer regressar aos relvados quando estiver recuperado “a cem por cento” da lesão no pé direito. O central brasileiro fala da ambição de Quique Flores, prevê que o Benfica regresse às conquistas na Liga portuguesa já esta época e elogia a passagem do ‘maestro’ para o cargo de director desportivo.

Correio Sport – Esta não foi, certamente, a época que mais desejou. Que balanço faz deste ano no Benfica?
David Luiz – Todos temos a perfeita consciência de que este ano não correu de acordo com o que pretendíamos. Queríamos conquistar o título, vencer a Taça de Portugal e voltar a marcar presença na Liga dos Campões, mas as coisas não aconteceram assim. É o futebol. Vamos tirar a cabeça deste passado negativo e construir o futuro com os aspectos positivos do último ano.

CS - Consegue encontrar aspectos positivos depois de uma temporada tão conturbada?
David Luiz - Claro que sim. Sabemos que os resultados não aconteceram mas, por muito que existam dúvidas quanto a isso, sempre tivemos um excelente balneário e um grande apoio por parte da direcção. Vamos encarar o futuro com uma atitude positiva e encarar a próxima época de cabeça bem erguida.

CS – O que falhou no Benfica? Foram só os resultados?
David Luiz - Creio que passa sobretudo por aí. Os resultados condicionaram a época. Lutámos todos os dias mas as vitórias não iam aparecendo e isso mexeu com a equipa, desmoralizou-nos em certos momentos. Ainda assim procurámos sempre combater este espírito negativo e mostrar a grandeza do clube, com muita superação. Nem sempre tivemos a sorte do nosso lado. Espero que a próxima época seja bastante diferente.

CS – FCPorto e Sporting foram muito superiores ao Benfica?
David Luiz - Se olharmos apenas para os resultados, é a análise mais óbvia. Contudo, eu sei o que cada um entregou ao longo da última época dentro do balneário do Benfica. Todos lutámos e procurámos dar o nosso máximo. Mas lá está, os resultados não apareceram – e são eles que ditam o futebol de hoje.

CS – De perfeito desconhecido passou a um dos atletas mais apreciados pelos adeptos. Sente que convenceu quem duvidava do seu valor?
David Luiz - Sabia que só com trabalho é que poderia mudar o olhar das pessoas relativamente a mim. Felizmente, surgiu a oportunidade e, graças a Deus, soube aproveitá-la. Só tinha um contrato de seis meses para mostrar o que valia ou voltava ao Brasil. Eu vivo do último jogo. É isso que vale: o presente.

CS – Já formou dupla com Luisão, Katsouranis e Edcarlos. Tem alguma preferência em termos de parceiro no eixo da defesa?
David Luiz - É indiferente para mim, mas ao mesmo tempo não é. Isto porque todos são jogadores com talento. No entanto, identifico-me mais com uns do que com outros. São grandes centrais, e só tenho que estar grato a Deus por poder trabalhar ao lado de jogadores assim.

CS – Katsouranis rende mais como central ou como médio defensivo?
David Luiz - O ‘Katso’ é muito inteligente. Esta é a principal qualidade dele. Ele sabe tanto jogar como central como médio defensivo, ou até como médio ofensivo. Ele sabe sempre o que tem de fazer dentro de campo e a forma como se adapta é uma enorme qualidade.

CS – Vai conhecer o quarto treinador em quase ano e meio na Luz. O que espera de Quique Flores?
David Luiz - Sei que é um treinador ambicioso, muito dedicado no seu trabalho e que vai trazer novas ideias para o Benfica. Da minha parte, vou dedicar-me ao máximo, hoje na recuperação e depois em campo, para ser opção e ajudar o Benfica da melhor maneira. Com o pensamento e fome de vencer que o mister Quique tem, estou certo de que o Benfica voltará às conquistas.

CS – E o que guarda de Fernando Santos, José Antonio Camacho e Fernando Chalana?
David Luiz - São todos grandes treinadores. Eles são responsáveis pelo facto de ainda hoje estar no Benfica. Passaram-me aquilo que considero mais importante, que é a vivência e experiência que tiveram no futebol. Só tenho boas coisas a dizer de todos eles, pois os três ajudaram-me e aconselharam-me sempre com muito carinho.

CS – A transição de Rui Costa para o cargo de director desportivo foi uma aposta certa do Benfica?
David Luiz - Antes de mais, foi uma honra para mim ter jogado ao lado de um verdadeiro mito do futebol português e mundial. Desde o meu primeiro dia no Benfica que ele me ajudou e procurou passar-me parte da vivência dele no futebol. O Rui é um homem de grande carácter e que gosta de andar na verdade. Fico muito feliz pela passagem dele para o cargo de director desportivo pois vai aproximar ainda mais a equipa e a direcção. Ele sabe lidar com o balneário. Ainda há algumas semanas estava lá a treinar connosco. É mesmo uma grande opção.

CS – O que mais deseja para a próxima temporada em termos pessoais?
David Luiz – Sempre oro a Deus para que Ele me dê saúde e sabedoria. Porque o resto, o trabalho, é a minha parte, e eu vou correr atrás disso diariamente.

CS – Em que ponto está a sua recuperação após a operação ao pé [fracturou o quinto metatarso do pé direito e foi operado duas vezes]?
David Luiz - Sou um ‘cara’ muito tranquilo. Sei que esta lesão vai ajudar-me a crescer e a amadurecer. Estou tranquilo e a recuperar da melhor forma. Estou a cumprir com o plano que traçaram para recuperar mais rapidamente e voltar ainda mais forte.

CS – Mas já tem definida alguma data para o seu regresso em pleno aos relvados?
David Luiz - Se pudesse, começava a jogar já hoje! Mas também sei que não posso correr o risco de me precipitar e voltar sem estar a 100 por cento. Mas Deus dá-me tranquilidade para encarar esta provação.

CS – O principal objectivo é voltar sem limitações no arranque da pré-época?
David Luiz – Quero voltar quando os médicos disserem que estou pronto a começar a treinar. Da minha parte, vou fazer tudo para acelerar a minha recuperação.

CS – Que opinião tem de Cristiano Ronaldo? É o melhor do Mundo neste momento?
David Luiz - Infelizmente, nunca joguei contra ele, apesar de o Benfica ter cruzado o caminho do Man. United em várias ocasiões. Para mim não há dúvidas: Ronaldo é o melhor do Mundo e vai mesmo ser eleito neste ano.

CS – Que pode Portugal fazer no Euro’2008?
David Luiz – Creio que a Selecção tem excelentes jogadores. Não só os meus companheiros no Benfica, Quim, Petit e Nuno Gomes, mas também elementos do FCPorto e do Sporting. É uma equipa de qualidade, treinada por um técnico que admiro. Gosto muito da personalidade de Scolari. Vou ficar a torcer para que o torneio corra da melhor forma.

CS – Um dos grandes objectivos que tinha era ir aos Jogos Olímpicos. Sem poder contribuir, o que espera do Brasil em Pequim?
David Luiz - Temos uma selecção recheada de talento e estou certo de que neste ano vamos vencer o único troféu de selecções que nos falta. É verdade que não vou concretizar este sonho mas sei que Deus tem coisas ainda maiores para mim. Ele sabe o caminho. Já fico feliz por se lembrarem de mim e estar na pré-convocatória, mesmo estando lesionado.

CS – E quanto à selecção principal do Brasil?
David Luiz - Já treinei sob as ordens de Dunga. Fiquei muito feliz porque ele elogiou-me muito e fui muito bem recebido. Espero ter a minha oportunidade e saberei aproveitá-la quando ela surgir.



Fonte: Correio da Manhã (suplemento Correio Sport)-31 de Maio 08

1 comentário:

águia_livre disse...

Ai, o Amor, ai ai. lol