domingo, 13 de dezembro de 2009

Benfica empata em Olhão

Três expulsões, nove amarelos, quatro golos, algumas agressões foi assim o jogo entre o Olhanense e o Benfica. O resultado não foi o pior, Di María e Fábio Coentrão estão fora do jogo com o FC Porto, por castigo. Ramires pode também falhar o clássico, por lesão. O Benfica esteve a perder por duas vezes mas nos últimos Nuno Gomes deu o empate aos encarnados, o primeiro golo foi marcado por Saviola.

Declarações:
David Luiz: «Não pensei no cartão amarelo»

David Luiz estava à beira do 5.º amarelo (se o visse acabaria por falhar o jogo com o FCPorto) mas o defesa de 22 anos garante que não jogou obcecado com o cartão. "Este jogo também valia 3 pontos e não pensei no amarelo. Fiz o melhor que pude. Espero que o encontro com o FCPorto seja bonito e que no final o Benfica vença. Apesar de tudo, partimos para esse jogo à frente na Liga..."

Sobre esta partida com o Olhanense, o central lamentou o excesso de paragens. "Foi um jogo difícil, muito parado, em que sentimos alguns problemas. Houve faltas, muitas quezílias...", considerou, elogiando, depois, o conjunto de Jorge Costa. "Apesar de estar no fundo da tabela, o Olhanense tem uma boa equipa. Nós estávamos à espera de dificuldades e acabámos por não conquistar os 3 pontos."

Fonte: Record

Força Benfica

2 comentários:

Anónimo disse...

Sim :D e agora vou passar a site!

Izmailov7

Jotas disse...

Retenho aqui algumas palavras de hoje de manhã, em conversa de café, com um vizinho adepto confesso do Sporting. "Depois do que vi em Olhão, embora me custe admiti-lo, porque como sabes detesto o Benfica, a verdade é que no futebol português começa a valer de tudo para tingir os fins, não se admiti, nem se pode pactuar com a violência imposta em campo pelo Olhanense, nem com o constante clima de provocação, seja contra clube for, isso só envergonha o nosso futebol e sinceramente, acho que não há equipa que seja capaz de resistir a tamanha quantidade de provocações, embora o Benfica tenha muitas culpas no cartório, quem manda no futebol tem de uma vez por todas colocar um ponto final nisto, sob pena do nosso futebol se afundar de vez na arruaça e na vergonha. Já o meu Sporting, é o que se vê, por mais amigos que sejam os adversários não tem futebol para ganhar seja a quem for".
Para se ter uma ideia do clima de intimidação que o Benfica já esperava, mas contra o qual não se conseguiu conter, Jorge Jesus não deixou os seus jogadores seguirem de imediato para o balneário, não fossem acontecer cenas tipo Braga e com mais expulsões que não se percebessem e só depois de toda a gente entrar no túnel é que os comandados de Jesus se encaminharam para o balneário, julgo que esta acção diz tudo, sobre aquilo que se vai passando obscuramente no nosso futebol e do que Jesus já esperava.
Julgo que isto diz tudo sobre aquilo que impumente se vai passando no futebol português, triste!